Home > Santuário celebra Festa da Divina Misericórdia neste domingo (7)

Santuário celebra Festa da Divina Misericórdia neste domingo (7)


compartilhe nas redes

Neste domingo (07/04), a Igreja convida todo cristão para experimentar a própria misericórdia de Deus por meio da Festa da Divina Misericórdia. No Santuário Nossa Senhora do Carmo, a preparação para esse momento especial vem ocorrendo desde a Sexta-feira Santa (29/03), com a Novena da Divina Misericórdia. 

“A celebração da Divina Misericórdia é para nós católicos de uma forma tremenda. Nunca esqueçamos que a misericórdia divina é derramada sobre todos aqueles que, de corações abertos, se aproximam dela”, fala o atual pároco, padre Edcarlos Amorim Moreira. 

Novena ocorreu em preparação para a Festa da Divina Misericórdia (Pascom Paroquial / Arquivo)

História

Instituída para toda a Igreja pelo Papa São João Paulo II no ano de 2000, a Festa da Divina Misericórdia é celebrada no primeiro domingo depois da Páscoa, ou seja, no segundo domingo do Tempo Pascal e coincide com o Evangelho de João quando Jesus, no primeiro dia da semana, no dia de sua ressurreição, aparece aos apóstolos e institui o sacramento da confissão (Jo 20,19-23).

O estabelecimento desta festa foi inspirado pelo desejo de Jesus, revelado a Santa Faustina Kowalska (religiosa polonesa, em 1931). Em seu diário, ela escreve o que Cristo lhe disse: “Desejo que a Festa da Misericórdia seja um refúgio para todas as almas, especialmente para os pecadores. Neste dia estarão abertas as entranhas da minha Misericórdia. Derramarei um mar de graças nas almas que se aproximarem da fonte da minha Misericórdia. A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e castigos. Nesse dia estarão abertas as comportas divinas, pelas quais fluem as graças. Desejo que seja celebrada solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa. A humanidade não terá paz enquanto não se voltar à fonte de minha misericórdia” (Diário n. 699).

Festa da Divina Misericórdia foi instituído pelo Papa São João Paulo II (Pascom Paroquial / Arquivo)

Marcada com o repicar dos sinos, clamores e louvores, a Festa da Divina Misericórdia também é uma maneira de manifestar sinais de esperança, fé e solidariedade. “Depois de ter celebrada a divina misericórdia, fortalecemos a própria misericórdia vivenciada por nós, derramada em todos os corações”, explica  o sacerdote.  

Para esse dia, há uma preparação com a novena da Divina Misericórdia que, aqui no Santuário, iniciou no dia 29 de março e encerrou neste sábado, 6 de abril. Jesus disse a Santa Faustina Kowalska para rezar o Terço da Misericórdia por nove dias antes da Festa da Misericórdia e que deveria iniciar na Sexta-feira Santa, pois seria por meio desta novena que Ele daria às pessoas toda espécie de graça. (D. 796). 

“É para não esquecermos que também devemos espalhar a divina misericórdia, como na novena, onde Jesus pede a Santa Faustina para que, a cada dia, nós possamos trazer um tipo de alma: dos sacerdotes, das crianças, as almas afastadas da igreja…”, explica padre Edcarlos. 

Novena teve início na Sexta-feira da Paixão (Pascom Paroquial / Arquivo)

Assim, a Festa da Misericórdia tem a mais alta posição entre todas as formas de culto da Divina Misericórdia pela grandeza das promessas e lugar na liturgia da Igreja. 

Significado

A palavra “misericórdia” tem origem em dois termos latinos: “Miserere” e “cor”. A primeira palavra remete à piedade, compaixão implorada por quem se encontra em uma grande tribulação. Já o termo “cor” refere-se ao coração, que na compreensão cristã diz respeito ao centro da vida espiritual, sede dos sentimentos de alegria, dor, amor e serenidade. 

De fato, a misericórdia é a manifestação do amor de Deus e sua bondade gratuita para com os seres humanos, sem excluir ninguém. Tanto que sua misericórdia se evidenciou justamente quando Ele ofereceu seu único filho para morrer no lugar de todos, por meio da crucificação, e ofereceu perdão e reconciliação. 

Santa Faustina

A devoção à Divina Misericórdia surgiu por meio de revelações à Maria Faustina Kowalska, canonizada por São João Paulo II como Santa Faustina, após passar por uma noite de provações físicas, morais e espirituais em fevereiro de 1931, na Polônia. O próprio Jesus Cristo se revela a ela de modo particular, expondo a centralidade do mistério da misericórdia divina. 

Sobre a sua primeira visão, ela conta: “Da túnica entreaberta sobre o peito saíam dois grandes raios, um vermelho e outro pálido. Logo depois, Jesus me disse: ‘Pinta uma Imagem de acordo com o modelo que estás vendo, com a inscrição: Jesus, eu confio em vós’” (Diário 47).

Maria Faustina Kowalska, a Santa Faustina (Blog Divina Misericórdia / Reprodução)

Ao longo de um diário escrito pela Santa, há detalhes que Jesus a escolheu para ser a secretária, apóstola, testemunha e dispensadora da divina misericórdia.

Em uma das revelações, Jesus pediu: “Às três horas da tarde, implora a Minha misericórdia especialmente pelos pecadores e, ao menos por um breve tempo, reflete sobre a Minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que Me encontrei no momento da agonia. Esta é a Hora de grande misericórdia para o Mundo inteiro. Permitirei que penetres na Minha tristeza mortal. Nessa hora nada negarei à alma que Me pedir pela Minha Paixão…” (D 1320).

leia também

CAPA NOTÍCIA MARISTELA

Milhares de fiéis concluem 25ª edição do Cerco de Jericó no Santuário

Durante sete dias ininterruptos de adoração ao Santíssimo Sacramento, oração do rosário e missas diárias, o Santuário Nossa Senhora do Carmo concluiu a 25ª edição do Cerco de Jericó entre os dias 12 a 19 de maio, com o tema “A água viva do Espírito Santo”.  Organizado pelo padre Edcarlos Amorim Moreira, milhares de fiéis […]

Capa noticia

Novidade: Pastoral Familiar promove missa especial todo 3º Domingo do mês 

Formada por Deus, a família é a base de tudo e sempre esteve no centro dos planos dEle desde quando criou Adão e Eva e ordenou que frutificassem, se multiplicassem e enchessem a Terra (Gênesis 1, 28). Com isso, pela primeira vez, a Pastoral Familiar do Santuário Nossa Senhora do Carmo realizará uma programação especial, […]

CAPA NOTÍCIA MARISTELA

3ª edição da Festa na Praça tem início no Santuário

Sucesso na comunidade desde 2022, a Festa na Praça chega à terceira edição e contará com diversas barracas típicas para reunir a família e amigos. Com início neste sábado (11/05), o evento promovido pelo Santuário Nossa Senhora do Carmo ocorrerá até dia 18 de maio, a partir das 18h, junto com o 25º Cerco de […]

CAPA NOTÍCIA MARISTELA (1)

Santuário dá início ao 25º Cerco de Jericó no próximo dia 12

Organizado pelo padre Edcarlos Amorim Moreira e com o tema “A água viva do Espírito Santo”, o Santuário Nossa Senhora do Carmo de Presidente Prudente (SP) realizará a 25ª edição do Cerco de Jericó entre os dias 12 a 19 de maio. Serão sete dias ininterruptos de muita oração, adoração ao Santíssimo Sacramento e missas […]